Berguim se consolida como maior liderança da oposição em Itaporanga e deve disputar vaga na ALPB em 2022

0 173

Apesar do seu grupo não ter conseguido ganhar a prefeitura de Itaporanga no último domingo (15), o ex-prefeito Audiberg Alves (PDT) saiu fortalecido do pleito e se consolidou como maior liderança da oposição da cidade, uma vez que sua esposa Naura obteve 4285 votos, mesmo disputando as eleições contra a máquina municipal, comandada por Divaldo Dantas, e até o Governo do Estado.

Além das estruturas de poder, Naura e Berguim (como é conhecido o ex-prefeito), enfrentaram sozinhos o ex-deputado e ex-prefeito Djaci Brasileiro (PP) e o deputado estadual, Taciano Diniz (Avante).

O ótimo desempenho do grupo no pleito o credenciou a disputar o cargo de deputado estadual nas eleições de 2022. “Mesmo lutando contra todas as estruturas de poder obtivemos um ótimo resultado no pleito e existe sim um movimento dentro do nosso grupo para que disputemos uma das 36 vagas na Assembleia Legislativa da Paraíba em 2022, como representante do Vale do Piancó”, revelou o ex-prefeito.

Berguim acrescentou que irá dialogar ainda mais com os seus aliados no Vale do Piancó e com a cúpula do PDT para em seguida definirem a possível candidatura a deputado estadual. Ele citou o vice-prefeito de Itaporanga, Herculano Pereira; o ex-vereador Jacklino Porcino; o advogado Expedito Leite; o professor Ivo Filho; como outros bons nomes do grupo para disputar uma vaga na ALPB.

O ex-prefeito também agradeceu a confiança e respeito dos líderes do PDT no estado: o deputado federal Damião Feliciano, a vice-governadora Lígia Feliciano e Renato Feliciano, que, segundo ele, “foram fundamentais para que a candidatura do seu grupo obtivesse o sucesso de votação em Itaporanga”.

Da Redação com Bastidores da Política

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.