Polícia Ambiental resgata 75 aves silvestres em Campina Grande

0 430

A Polícia Militar, através do Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb), realizou, nesse domingo (8), a Operação Voo Livre, que resultou na apreensão de 75 aves silvestres de várias espécies e um suspeito detido. A ação foi realizada na feira da Prata, em Campina Grande.

Os policiais do Batalhão Ambiental realizavam a fiscalização para combater o comércio ilegal de animais silvestres, mas quando os criadores perceberem a presença da PM fugiram e abandonaram os animais. Na ação, foram aprendidas 75 aves silvestres, sendo dois sanhaçus-macacos, três sanhaçus-cinzentos, 14 golados, três papa-capins, 17 galos-de-campina, uma rolinha, 18 cordas-negras, cinco canários-da-terra, três concrizes, dois periquitos-da-caatinga, dois tico-ticos e cinco sabiás-do-campo. No local, um homem de 35 anos, foi autuado por adquirir seis golados sem autorização do órgão ambiental competente.

O suspeito recebeu multa de R$ 6.000,00 e foi encaminhado para a Central de Polícia de Campina Grande. Ele vai responder pelo crime de maus-tratos, tendo em vista que as aves se encontravam amontoadas em uma pequena gaiola dentro de uma mochila fechada, desprovidas de água, alimento e ventilação. As aves foram soltas no seu habitat natural.

Punições – A venda de animais silvestres é crime, com pena de seis meses a um ano, e o autor é multado em R$ 500  por cada bicho apreendido com ele. Se a espécie for ameaçada de extinção, a pena é aumentada e a multa pode chegar a R$ 5 mil, por cada animal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.