Justiça eleitoral suspende pesquisa irregular em Pedras de Fogo

0 615

A juíza Higyna Josita de Almeida, da 44ª Zona Eleitoral de Pedras de Fogo, acatou representação da Coligação “Por Respeito a Pedras de Fogo”, encabeçada pelo candidato Dr Junior (Solidariedade), e suspendeu a divulgação de uma pesquisa eleitoral irregular na cidade.

 

Na ação, com pedido de liminar, a coligação argumenta que a Global Mídia Portal de Notícias LTDA contratou a empresa Gustavo Roque Tenório/Resenha para realizar pesquisa eleitoral – eleições 2020 no município, mas que existe irregularidade na referida pesquisa, a exemplo do candidato, registrado no TSE como Dr. Junior, mas que estava lançado errado em todas as partes do formulário da referida pesquisa.

 

A coligação argumentou também que a empresa responsável pela pesquisa não possui registro no órgão competente e estatístico responsável pela pesquisa não está devidamente registrado no Conselho Regional de Estatística.

 

Na decisão, a juíza Higyna Josita acolheu as alegações e determinou a suspensão da pesquisa. “Com base nas razões retro expendidas, defiro a liminar pleiteada para suspender a divulgação da pesquisa especificada na inicial feita por Empresa Gustavo Roque Tenório/Resenha, tendo como contratante a Global Mídia Portal de Notícias LTDA, para as eleições 2020 de Pedras de Fogo/PB”, diz o despacho da magistrada.

 

Confira a decisão na integra clicando AQUI

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.