Papelão será caixão de vítimas no Equador

0 80

A situação do Equador diante da epidemia de coronavírus está chocando o mundo. Após vídeos que mostram cadáveres pelas ruas de Guayaquil, no sudoeste do Equador, a cidade sofre com a falta de caixões. As vítimas da Covid-19 serão enterradas em caixas de papelão, desobedecendo às normas sanitárias do governo.

Guayaquil, centro econômico do Equador, é a cidade mais castigada pelo coronavírus no país. A localidade recebeu uma doação de mil caixões de papelão da Associação de Papeleiros equatoriana, que foi entregue a dois cemitérios da localidade. “É para que possam cobrir a demanda de caixões, que estão em falta na cidade ou são extremamente caros”, disse um porta-voz do conselho de Guayaquil.

A província de Guayas, que está cercada por militares e cuja capital é Guayaquil, registra a maior incidência da Covid-19 no país. Até agora foram contabilizados 2.524 infectados na cidade, entre eles 126 mortos. A região está sob toque de recolher diário de 15 horas.

Já o Equador registra 3.646 casos e 180 mortos no total. Diante da dificuldade de conter o contágio em massa, o governo fechou as escolas, estabeleceu o home office, limitou o tráfego de veículos, decretou estado de exceção e bloqueou as fronteiras.

OGlobo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.