Flamengo libera Jorge Jesus para voltar a Portugal em meio ao coronavírus; clubes estudam férias coletivas

0 25

Jorge Jesus vai deixar o Brasil e voltar à Portugal nesta segunda-feira. O técnico decidiu voltar à sua terra natal e ficar mais perto de sus amigos e familiares levando em conta que também enfrenta riscos se ficar no Brasil, onde a pandemia do coronavírus já se alastra.

Vale lembrar que Jorge Jesus chegou a ter dois testes inconclusivos e só se desfez da possibilidade de estar infectado com o coronavírus no terceiro exame. O treinador já perdeu um amigo para a doença em Portugal.

“Estava à espera de uma decisão da diretoria, estudando e cuidando do planejamento de trabalho, mas, diante do adiamento de nossa volta às atividades, quero ficar ao lado de meus familiares nesse momento difícil, de enfrentamento de uma pandemia, que preocupa a todos nós. Rezo e torço para superarmos logo essa crise e eu poder voltar ao campo o mais breve possível”, explica Jorge Jesus.

O Flamengo está ciente da decisão. O clube já havia, por exemplo, liberado Gabigol para retornar a Santos.

O clube teve um dirigente infectado, o vice-presidente de Embaixadas, Maurício Gomes de Mattos. Ele já teve alta do hospital e está curado.

A decisão de liberar Jesus e Gabigol, porém, vai bem além desse caso.

Já há um movimento no futebol brasileiro para que esse período de afastamento e pausa nas competições possa valer como férias coletivas. Existe um consenso entre as equipes, que agora tentam aprovar a ação com os sindicatos.

Assim, o tradicional período de férias no final do ano poderia ser bem menor, o que ajudaria muito a resolver o problema com o calendário, estendendo os jogos por mais tempo sem atrapalhar o começo da próxima temporada.

Vale lembrar que todas as competições do país estão paralisadas.

 

Fonte: ESPN

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.