20 milhões: advogado explica disputa pela herança de Chico Anísio

0 58

A soma de todos os bens de Chico Anysio não passa de R$ 20 milhões. A declaração é de Paulo Cesar Pimpa da Silva, advogado e testamenteiro do humorista, morto em março de 2012. Ele conta que entrou com um pedido na Justiça do Rio pela anulação do testamento. O objetivo, ainda conforme explica o advogado, é dar “celeridade ao processo do inventário”.

“Achei melhor comunicar o juízo que não me importava em encerrar esse testamento. Uma vez que o processo estava em vigor desde 2011. Estava sendo procrastinado a resolução do inventário. Tinha muita gente para receber valores pelos trabalhos deles. O juízo fez a anulação para que o inventário seguisse com maior rapidez “, explica o advogado.

Serviços médicos prestados ao humorista são um exemplo dos que ainda não foram pagos por conta do imbróglio. O que o advogado chama de bens materiais, como automóveis, roupas e quadros, já foram divididos entre os herdeiros.

A questão é diferente quando entram em cena itens como o apartamento na Barra da Tijuca, avaliado em cerca de R$ 7 milhões, e os valores oriundos de direitos autorais e também provenientes de aluguéis de salas comerciais — o montante não pode ser mexido até que o processo de inventário seja finalizado.

“Existem numerários nos bancos sendo creditados na conta do espólio que tem que ser dividido entre os filhos. Esse dinheiro é fruto de direitos autorais, direito conexo e alugueis de salas comerciais. É um dinheiro que, por conta do inventário, ainda está preso”, enumara o testamenteiro, que complementa:

“Somando todos os bens do Chico, o valor do patrimônio não passa de R$ 20 milhões”.

Em relação ao apartamento, Paulo Cesar afirma que cinquenta por cento do imóvel pertence à Malga Di Paula, que era casada com Chico Anysio. O restante é para ser dividido entre os oito filhos do humorista.

“A Malga, realmente, quer ficar com o imóvel, mas cinquenta por cento é dela e a outra metade é dos filhos, para ser dividido. Ela só tem direito à metade”, acrescenta.

Já Lug de Paula, apesar de não ter sido citado no testamento, não ficou fora da partilha dos bens de Chico Anysio, conforme argumenta o advogado. Isso porque os direitos dele estão garantidos no inventário, partilhados para todos os filhos.

“Não existe ele ficar fora. Os bens do Chico estão totalmente garantidos no inventário, que seria repartido para o Lug de Paula. Ele em momento nenhum ficou de fora do patrimônio do pai dele. Os filhos estão resguardados no inventário.”

Paulo Cesar tinha uma relação de longa data com Chico Anysio. Além de testamenteiro, foi advogado do humorista em seus últimos 15 anos de vida.

Chico Anysio com os filhos
Chico Anysio com os filhos Foto: Arquivo
Fonte: Extra
você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.