Corpos de Kobe Bryant e Gianna são liberados à família

0 28

Os corpos de Kobe Bryant e sua filha, Gianna, mortos em acidente de helicóptero na última semana, foram liberados para a família na segunda-feira. Além deles, os corpos das outras sete vítimas restantes foram liberados. Assim, a previsão é que o funeral do astro da NBA e de Gianna seja realizado nesta semana.

A investigação sobre as causas do acidente continua, ainda sem previsão de chegar ao fim. Eric Garcetti, prefeito de Los Angeles, afirmou que discute com a família e com o Los Angeles Lakers para definir o local de despedida ao ex-jogador.

– Nós realmente queremos ouvir Vanessa (viúva de Kobe), os Lakers e garantir que temos a chance e o jeito certo de vivermos o luto juntos, assim como as pessoas têm feito espontâneamente nas ruas – afirmou.

Vanessa Bryant, viúva de Kobe e mãe de Gianna, publicou a mensagem em redes sociais com uma ilustração da designer Reina Koyano. Desde a queda do helicóptero, há uma semana, que matou outras sete pessoas além de Kobe e Gigi, foi a terceira vez que Vanessa usou a internet para se expressar.

Na quarta-feira, ela tinha trocado a foto do perfil por uma do marido e da filha. No mesmo dia, ela se manifestou pela primeira vez. “Não há palavras para descrever a dor”, escreveu Vanessa na ocasião. Há um dia, com o primeiro jogo dos Lakers depois da morte de Kobe, a viúva publicou uma foto com uma camisa 24 dos Lakers e outra número 2 do Mamba, centro de desenvolvimento esportivo criado por Kobe Bryant.

Em 20 anos de NBA, todos vestido com a camisa do Los Angeles Lakers, Foram cinco títulos (2000, 2001, 2002, 2009, 2010), um prêmio de MVP (2008), dois troféus de MVP das finais (2009 e 2010), 11 nomeações para a seleção da NBA, nove nomeações para a seleção de defesa, 18 All-Star Games, duas vezes cestinha da temporada, terceiro maior cestinha da história da liga, segunda maior pontuação em um jogo (81 contra o Toronto). Sem falar naquilo que não se mede: a liderança, o caráter, o estilo, a beleza dos movimentos, o papel inegável na popularização do basquete mundo afora. Kobe se aposentou em 2016 como terceiro maior pontuador da história, posto que perdeu na noite de sábado, para LeBron James. Em seu último jogo, marcou 60 pontos e se despediu à altura de sua grandeza.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.