Influencer detalha mordida de tubarão: ‘Achei que ia morrer’

0 51

Ana Bruna Avila levou um grande susto em sua viagem dos sonhos às Bahamas quando foi mordida duas vezes por dois tubarões na região de Exuma, famosa pela concentração deste tipo de peixe que interagem pacificamente com os seres humanos que ali visitam.

Em entrevista à Marie Claire, a influenciadora conta que ficou com muito medo e chegou a desmaiar quando saiu da água.

Entrei em desespero e tinha certeza que ali eu ia morrer. Nunca tive esse tipo de medo, sempre acho que isso não vai acontecer comigo. Eu tinha certeza que os tubarões viriam atrás de mim, mas foi Deus comigo neste momento“, afirma.

Várias modelos que eu sigo sempre iam lá para tirar fotos com os tubarões e eu queria ir. Peguei o barco da excursão até um local em mar aberto, o pessoal dali joga peixe para os tubarões se aproximarem. Perguntei três vezes ao guia da excursão se eles mordiam e este me garantiu que os animais eram pacíficos“, detalha.

Ana Bruna declara que várias pessoas já tinham tirado foto com os tubarão antes dela e não tiveram problema algum.

Ela ainda afirma que se sente feliz por estar viva porque, diante do número de tubarões que estavam presentes e o sangue presente na água, ficou em desespero.

Desmaiei duas vez, comecei a gritar, chorei muito. Eu tinha certeza que ia morrer ali. Não sei se aquele tubarão come carne ou não. Estou muito feliz e quero aproveitar o resto da minha viagem“, finaliza.

Por fim, Ana Bruna comenta que todos ali sabiam que ela não era a culpada do acidente, inclusive o guia da excursão que assegurou que os animais não morderiam. “Se o moço que mora lá me disse que eles não fazem isso, tava falado“.

Antes de ir embora, a jovem disse que recebeu os primeiros socorros, mas teve de esperar a excursão cumprir mais duas paradas em pontos turísticos antes de seguir para o hotel.

Os meus amigos de Florianópolis me levaram para o hospital. Neste momento eu estou sozinha em Miami porque eu não queria estragar a viagem de ninguém. Eles ficaram lá em Bahamas, peguei o primeiro voo para cá porque não queria mais ficar naquele ambiente. Não volto mais para lá“, pontua.

Marie Claire

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.