Maternidade Frei Damião sediará programa de Residência em enfermagem obstétrica na PB

0 119

A maternidade Frei Damião, que integra a rede hospitalar do Estado agora vai ser sede do Programa de Residência em Enfermagem Obstétrica na Paraíba. A confirmação é do Ministério da Educação e Cultura (MEC). O edital com todos os detalhes da seleção foi publicado no Diário Oficial do Estado deste sábado (18) e as inscrições estão abertas até o dia 26  podendo ser feitas pelo  link https://forms.gle/o2TJm12RC22sk2i57.  A prova objetiva será realizada no dia 1º de Fevereiro.

Os residentes receberão, mensalmente, a bolsa de residência estipulada pelo Ministério da Saúde e Educação, atualmente, no valor bruto de R$ 3.330,43. O período da residência é de 24 meses com carga de 60 horas semanais.

“O parecer do MEC nos foi dado sem a necessidade fazer nenhuma diligência e isso mostra a confiança do trabalho que a maternidade tem perante os órgãos e recebemos com muita alegria o resultado da seleção do Programa de Residência em Enfermagem Obstétrica da Maternidade e o meu coração de Enfermeira está radiante de alegria”, comemorou a diretora geral da unidade de saúde, Selda Gomes.

Ela lembrou que a Secretaria da Saúde através do Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor) tem agora o primeiro programa de residência em Enfermagem.  “Ao assumir a gestão da Maternidade Frei Damião, me aproximei desse mundo fantástico chamado Obstetrícia, e de pronto veio o desejo de colocar na pauta o processo de formação. A titulação que tenho facilitou bastante, pensei cada momento, cada disciplina. Fazer o olhar sobre a gestão, epidemiologia e assistência serão pontos estratégicos dessa formação”, explicou a diretora geral da Frei Damião.

Selda Gomes – Diretora geral da Maternidade Frei Damião. Foto: Diulvgaçãp/ Assessoria

Além de conduzir todo projeto, desde a elaboração inicial até a seleção, Selda Gomes também estará na condução do Curso, na função de Coordenadora do programa. “Formaremos profissionais crítico reflexivo, sob a lógica do processo do cuidar, e da mortalidade materna e neonatal”, garantiu.

Para ela, essa aprovação é fruto de um trabalho sério de toda uma equipe de enfermagem dedicada e centrada em oferecer o melhor de si e com isso levar saúde de qualidade e eficiente a todos que procuram atendimento na maternidade Frei Damião.  “O nosso foco, não é só na enfermagem, como também em outras áreas, e a humanização dos serviços aonde o bem- estar e a satisfação dos nossos pacientes estão sempre em primeiro plano”, destacou Selda Gomes ao enfatizar que aprovação dessa residência representa a realização de mais um desejo de contribuição para essa ciência chamada Enfermagem, “pois meu ser, minha alma, chama-se Enfermagem, a quem devo tudo o que tenho e o que sou”, completou.

Saiba mais – A enfermagem obstétrica, diferentemente do que muitos pensam, não atua apenas da gestação ao nascimento de bebês. O acompanhamento das mulheres após essa fase é o ponto que mais se destaca, já que elas passam por mudanças no corpo e suas emoções ficam mais afloradas.

Os enfermeiros obstetras são aqueles que, após a graduação, optaram por uma especialização em Obstetrícia. Durante essa pós-graduação, são cursadas disciplinas que abordam a saúde da mulher não apenas durante o parto.

O enfermeiro obstetra é preparado para analisar criticamente a situação da paciente e investigar problemas que possam prejudicá-la ou a seu filho, sempre buscando soluções através de diversos métodos científicos. Esse profissional trabalha sempre em parceria com o médico especializado em Obstetrícia. O profissional participa tanto do planejamento familiar quanto do pós-parto, informando e direcionando suas ações à promoção de cuidados.

Assessoria

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.