Leilão da Receita tem iPhone 8 por R$ 800 e MacBook mais barato

0 527

Receita Federal abriu um novo leilão de produtos apreendidos no Aeroporto Internacional de Fortaleza Pinto Martins, na capital cearense. Ao todo, são 44 lotes, dos quais 27 estão disponíveis para Pessoas Físicas. Entre eles estão kits que incluem unidades do iPhone 8 de 64 GB pelo preço inicial de R$ 800 e um MacBook Air de 13” por R$ 2.400. Os valores representam cerca de um terço dos valores de mercado atuais.

Interessados podem enviar sugestões de lances até às 18h do dia anterior ao pregão, previsto para acontecer na próxima quarta-feira (18). Os equipamentos arrematados devem ser retirados presencialmente em um dos sete locais de armazenamento no estado do Ceará.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Leilão da Receita tem iPhone 8 por R$ 800 — Foto: TechTudo

Leilão da Receita tem iPhone 8 por R$ 800 — Foto: TechTudo

Leilão da Receita tem iPhone 8 por R$ 800 — Foto: TechTudo

Outros produtos da Apple também estão entre os lotes disponíveis para Pessoas Físicas. Dois deles trazem iPhone 6S de 64 GB por R$ 1 mil, enquanto outros contam com modelos de 16 GB por a partir de R$ 700. Há ainda um iPhone 7 Plus de 128 GB por R$ 800 e um Apple Watch partindo de R$ 600.

Por a partir de R$ 800 também é possível arrematar um lote contendo um PlayStation 4 e duas caixas de som JBL Link 20, vendidas pela fabricante por R$ 899 cada uma. Entre os lotes exclusivos para Pessoas Jurídicas, o destaque fica por conta de um kit contendo 10 smart TV box 4K e 20 unidades do Chromecast 3 pelo lance inicial de R$ 3.800.

MacBook Air também está disponível para lances, com valor bem abaixo do mercado — Foto: Divulgação/Receita Federal

MacBook Air também está disponível para lances, com valor bem abaixo do mercado — Foto: Divulgação/Receita Federal

Vale lembrar que esses são os valores iniciais dos produtos. Além disso, os lotes destinados a Pessoas Físicas não podem ser comercializados posteriormente, o que não vale para PJs. Para participar, é necessário possuir um certificado digital e passar por algumas etapas até finalizar o arremate.

Além disso, a Receita não se responsabiliza pelo frete nem oferece garantia para os produtos. Para retirá-los, o comprador deve levar a guia de pagamento até um dos sete locais onde os lotes estão armazenados, incluindo depósitos da Receita, Companhia de Docas e delegacias de Fortaleza.

iPhone 6S também aparece em diversas opções, por a partir de R$ 700 — Foto: Divulgação/Receita Federal
iPhone 6S também aparece em diversas opções, por a partir de R$ 700 — Foto: Divulgação/Receita Federal

Como funciona o leilão?

O leilão é realizado totalmente online. Para participar, é necessário fazer um cadastro no site da Receita Federal e enviar sugestões de valor por lote até a véspera do pregão. Passam para a fase seguinte apenas as sugestões até 10% inferiores que a maior proposta.

Nesta edição são 44 lotes, dos quais 27 estão liberados para Pessoas Físicas (do 1 ao 26, além do 40). O restante está disponível apenas para Pessoas Jurídicas. São permitidos lances em até oito lotes por pessoa ou no máximo três lotes de celulares.

Ao final dos trâmites, a pessoa ou empresa que arrematou algum dos lotes precisa desembolsar pelo menos 20% do valor em até um dia útil. No caso do pagamento parcial, o restante deverá ser quitado em até 8 dias corridos. Passado o tempo limite, o produto entra novamente em leilão. O arrematante também deverá pagar o ICMS.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.