PMJP realiza realocação de 159 famílias do bairro São José

0 5

Dando continuidade ao projeto de pôr fim às áreas de risco em João Pessoa, iniciada pela atual gestão em 2013, a Prefeitura Municipal (PMJP) iniciou, nesta sexta-feira (9) a realocação de mais 159 famílias do bairro São José. Estas famílias que continuavam em áreas insalubres no bairro e sob o risco de inundações em suas casas começaram a ser retiradas, após diálogo com a gestão, na ação “São José sem risco” e passam a receber auxílio-moradia da Prefeitura no valor de R$ 350 para viver em um outro espaço com melhores condições de moradia.

O trabalho foi executado nesta manhã pela Defesa Civil e Secretarias de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e Desenvolvimento Social (Sedes). A ação “São José sem risco” consistiu na realocação dessas famílias que tiveram suas moradias afetadas pela cheia do Rio Jaguaribe nas chuvas do mês de junho e a consequente derrubada dessas casas. Este trabalho foi realizado graças aos entendimentos e ao próprio desejo dos moradores de saírem do local após as fortes chuvas, que ocorreram em junho deste ano e também em virtude do aumento no valor do auxílio-moradia.

“Essas casas foram afetadas pelas fortes chuvas  de junho e, na época, algumas famílias tiveram que sair para um local mais seguro. Agora, na segunda etapa da nossa intervenção no Bairro São José, estamos retirando estas pessoas e as encaminhando para o auxílio-moradia, que subiu de R$ 200 para R$ 350 recentemente, contribuindo para que estas pessoas possam viver em um local mais seguro e livre de áreas de risco”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Social (Sedes), Diego Tavares.

Além de solucionar um grave problema de área de risco, como já fez no Timbó, Saturnino de Brito e em parte do próprio bairro José, garantindo moradias em áreas salubres, a ação da Prefeitura vai também permitir o desassoreamento de trecho do Rio Jaguaribe e recompor o meio ambiente na região.

“Vamos tirar o São José definitivamente do mapa das áreas de risco e recuperar o Rio Jaguaribe, ao mesmo tempo em que damos a oportunidade a estas pessoas de viverem em uma moradia melhor e com mais dignidade. É um trabalho resultado do diálogo que nós realizamos com os moradores e porque eles confiam na palavra desta gestão e sabem que o nosso trabalho é sério e que busca o que realmente é melhor para eles”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Zennedy Bezerra.

Na primeira etapa do projeto, os trabalhos contemplaram o bairro com áreas de convivência e para a prática de atividades físicas, esportivas e culturais. Ao mesmo tempo, foi construído o Residencial Novo São José, com 336 apartamentos, que recebeu famílias que moravam no bairro em condições subumanas e agora vivem uma nova realidade em seus novos lares.

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.