Procon-PB realiza mutirão de renegociação de dívidas em várias cidades

0 18

Com o objetivo de ampliar os trabalhos e ajudar aqueles que desejam quitar suas dívidas, a Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PB) realizará uma série de mutirões entre agosto e novembro deste ano, nas cidades de Princesa Isabel (agosto), São Bento e Umbuzeiro (setembro), Patos, Campina Grande e Mamanguape (outubro) e em João Pessoa (novembro).

A ação do Procon-PB será realizada em parceria com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban); empresas de serviços essenciais Energisa e Cagepa; empresas de telefonias: Oi, Vivo, Claro e Tim; empresas de TV por assinatura; órgãos de Serviço de Proteção ao Crédito SPC E Serasa e, ao final, os acordos presenciais serão homologados pelo Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba.

A superintendente da autarquia, Késsia Liliana, falou da importância desses mutirões. “Avaliamos o bom desempenho de todas as edições dos mutirões de renegociação de dívidas realizados na capital e, tendo adesões dos prefeitos destes outros municípios, vimos o quanto será importante para os consumidores de outras cidades receberem a ação”, observou.

Ela enfatizou ainda que a missão do Procon-PB é proteger e defender o consumidor, educar e harmonizar as relações de consumo, assim como oportunizar uma interação direta e imediata entre as partes envolvidas com o objetivo de sanar as possíveis dívidas existentes e reinserir o consumidor no mercado de consumo.

Késsia Liliana explicou também que o mutirão é uma ação para os consumidores que realmente reconheçam e tenham interesse em negociar suas dívidas presencialmente. Eles também podem realizar suas negociações virtualmente com bancos, cartões de créditos e financeiras pelo site consumidor.gov.br evitando que suas dívidas se transformem em uma bola de neve.

O consumidor deverá participar do mutirão munido de todos os documentos pessoais necessários, comprovantes e cópias. Para mais esclarecimentos acesse as redes sociais do Procon-PB, o site: consumidor.gov.br ou ligue 151.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.