Sozinho, bandido faz funcionário de refém e assalta agência dos Correios em cidade da PB

0 150

Os funcionários da agência dos Correios da cidade de Esperança/PB viveram momentos de tensão na manhã desta sexta-feira.Era por volta das 7h45 da manhã quando um homem, com aproximadamente 40 anos de idade, fez um carteiro da agência de refém para praticar um assalto.

O criminoso esperava o carteiro na frente de sua residência, quando o mesmo saiu para trabalhar, foi surpreendido com a abordagem do assaltante, que o ameaçou dizendo estar com o seu filho como refém. Daí então, o assaltante passou todas as características do filho do carteiro, que havia saído minutos antes para ir a escola. Assustado, o carteiro passou a atender a todas as solicitações do bandido, que pediu para que o carteiro o levasse até a agência.

Chegando no local, o bandido entrou naturalmente com o carteiro, dizendo ser um funcionário de outra agência, logo, os demais funcionários notaram no semblante do carteiro que havia algo errado, foi quando o bandido anunciou o assalto. “Estou com o filho dele como refém, caso alguém reaja, será o garoto quem sofrerá as consequências”, disse o assaltante, segundo informações passadas pela polícia a nossa reportagem.
Em seguida, o assaltante pediu a arma do segurança e exigiu que fosse levado ao cofre. Lá, ele encheu a bolsa que estava com dinheiro, retornou ao segurança, tirou as munições da arma e a devolveu ao mesmo.

O bandido pediu ainda que ninguém saísse da agência por no minimo 20 minutos, até que ele pudesse se evadir do local, em seguida ele iria liberar o possível refém, o filho do carteiro.
Passado o tempo pedido pelo criminoso, os funcionários entraram em contato com a polícia.
Após o trabalho de investigação, ficou comprovado que o assaltante não estava com o filho. O jovem estava todo tempo na escola e o bandido estava apenas blefando, o que acabou dando certo, já que ele conseguiu fugir em um carro com destino ignorado com uma grande quantia em dinheiro.
A policia agora vai investigar o caso para tentar identificar o assaltante e possíveis comparsas.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.